Saúde bucal e alimentação: Qual a relação entre as duas coisas?

A alimentação influencia diretamente na saúde do ser humano… Assim como os carros precisam de combustível para funcionar, o organismo necessita de diversos nutrientes para poder se manter disposto.

 

A má alimentação pode ocasionar a diversos problemas de saúde, tais como obesidade, câncer, anemia e diversos outros distúrbios hormonais. Mas, além disso, se alimentar de forma inadequada têm relação direta com a saúde bucal das pessoas. 

 

Neste artigo, iremos explicar qual a relação entre as duas coisas e como manter uma dieta balanceada para evitar ocasionais problemas de saúde. 

Doenças periodontais causadas pela falta de nutrientes

 

Doenças periodontais são infecções que agem na gengiva e no tecido de sustentação dos dentes. Em casos mais severos, pode-se ocorrer a perda total ou parcial dos dentes. 

 

Esse tipo de infecção é causada pela falta de higiene mas, também, pela falta de nutrientes no corpo. Estes, responsáveis por manter as gengivas e dentição saudáveis. 

 

O que pode prejudicar a saúde bucal?

 

Apesar de existir uma enorme preocupação sobre o consumo de industrializados, doces e refrigerantes, não são somente esses alimentos que podem ser prejudiciais a saúde bucal. 

 

É claro que diminuir o consumo de açúcar e produtos que possuem uma grande quantidade de corantes é essencial para evitar cáries e problemas dentais. Entretanto, existem outros alimentos os quais é importante manter o alerta. São eles: 

 

  • Café: Sabemos que  o café faz parte da rotina de quase todo mundo, entretanto, a cafeína pode ser um agravante quando se trata de problemas bucais. Isso porque o café remove o esmalte dos dentes, deixando-os porosos. Além disso, a bebida deixa os dentes amarelados a longo prazo devido o consumo em excesso. 

Para que situações como esta sejam evitadas, é de suma importância escovar os dentes 30 minutos após tomar uma chícara de café e também, evitar o consumo desenfreado ao longo do dia. 

  • Refrigerantes: O refrigerante pode ser considerado um dos principais vilões contra a saúde bucal. Isso se deve ao fato do produto possuir quantidades exacerbadas de açúcar, que podem causar a desmineralização do esmalte dentário e agravar o surgimento de cáries. 

 

Assim como o café, escovar os dentes regularmente após ingerir a bebida é fundamental. 

 

  • Álcool: A saliva é uma barreira protetora para os dentes e, o uso excessivo de álcool  a desidratação bucal. Dessa forma, a falta de saliva pode provocar infecções e outros problemas bucais como periodontite e erosão dentária. 

 

  • Açúcar: Além de auxiliar no processo de desmineralização do esmalte dentário, o consumo em excesso de açúcar é um dos principais causadores de cáries;

 

Alimentos que auxiliam a saúde bucal

Existem diversos alimentos que auxiliam no bom funcionamento da nossa boca. De modo geral, alguns deles são:

  • Frutas: A laranja, maçã e pêra são considerados alimentos detergentes, pois eles possuem a capacidade de eliminar os resíduos de alimentos que ficaram na nossa superfície dental, realizando um tipo de “limpeza”. 


  • Alimentos que possuem fibra: legumes, frutas e verduras são grandes aliados não só do nosso organismo mas também dos nossos dentes. Durante seu consumo, as impurezas são arrastadas por conta do atrito do alimento com o dente.

 

  • Água: A água ajuda eliminar detritos, açúcares e resíduos que ficaram presos nos dentes. Ela também auxilia na estimulação da saliva, fator que diminui as chances de cárie, placa bacteriana e mau hálito. 

 

  • Gorduras saudáveis: Óleos como azeite de castanha, extra virgem e abacate são óleos que auxiliam na nossa saúde bucal além de não serem tão prejudiciais ao nosso organismo. 

 

Como construir uma dieta balanceada

  • Insira todos os grupos alimentares na dieta: Tente comer um pouco de tudo, 

construa uma dieta moderada e rica em proteínas, vitaminas e minerais;

  • Utilize ferramentas para auxiliar na alimentação: Para quem tem uma rotina corrida e acaba esquecendo de beber água ou se alimentar de 3 em 3 horas, utilizar softwares e aplicativos de lembretes diários para se hidratar e se alimentar da forma adequada.

 

Outros cuidados

 

Deve-se ter em mente que além dos cuidados com a alimentação para manter a saúde bucal em dia, a higienização completa dos dentes e visitas periódicas ao dentista são imprescindíveis. 

 

Ter essa preocupação é importante porque visitando regularmente o dentista é possível manter avaliações constantes e assim, caso algum problema na dentição seja encontrado, tratar o mais rápido possível, evitando complicações futuras.

 

Para não pesar muito no bolso e conseguir manter as idas ao ortodontista regulares, é interessante avaliar opções de convênios odontológicos. Analise os procedimentos e tratamentos cobertos pelo plano odontológico pessoa física para assim, encontrar o que mais se encaixa à você e suas necessidades. 

 

Uma boa dica também é pedir indicações a seu dentista. Não esqueça de perguntar se o mesmo atende através do plano odontológico.

 

Considerações finais

 

Neste conteúdo vimos como a saúde bucal da boca está diretamente ligada a outros fatores orgânicos do nosso corpo e como a alimentação tem influência direta nesse processo. 

 

Ter uma alimentação regulada com nutrientes e minerais necessários para o bom funcionamento do organismo é fundamental. 

 

Também, não deixe de cuidar da higienização dos dentes de forma correta e visitar o dentista periodicamente, seja com o auxílio de um convênio odontológico, ou não.

 

Seguindo essas dicas você cuida do seu corpo e sorriso de forma saudável e aumenta sua qualidade de vida e bem-estar! 

 

Conteúdo produzido por Dayane Goes, redatora na empresa Ideal Odonto.

 

Cuidados durante o tratamento ortodôntico

Tratamentos ortodônticos podem ser necessários por diversos motivos, sejam eles estéticos ou funcionais. Em ambos os casos, além do bom trabalho do ortodontista, deve-se ter a colaboração do paciente para que os resultados desejados sejam atingidos. 

 

Existem diversos procedimentos odontológicos que trazem maior qualidade de vida e bem-estar ao paciente. Independente do tratamento em questão, é fundamental uma boa higienização bucal e visitas periódicas ao dentista. Isso porque, sem os cuidados essenciais por parte do paciente, o tratamento não surtirá o efeito da forma correta. 

 

Confira algumas dicas para auxiliar no seu tratamento odontológico e garantir que você está fazendo tudo certo: 

 

Aparelhos ortodônticos

 

O principal fator que leva as pessoas a buscarem colocar o aparelho odontológico é a estética do sorriso. Nesses casos, a procura pelo tratamento parte diretamente do paciente. 

 

O dentista também pode perceber a necessidade de usar o aparelho pela existência de uma má-oclusão que pode acarretar em um prejuízo funcional como uma mordida aberta ou cruzada, por exemplo. 

 

Para aqueles que buscam por um tratamento ortodôntico com aparelhos, o ideal é conversar com o dentista para examinar todas as possibilidades de procedimento que mais se aplicam para o seu caso. Uma outra dica é procurar na internet, avaliar as alternativas e fazer uma pesquisa de preços. 

 

Se você busca por examinar os preços dos tratamentos e escolher o que mais se adeque ao seu bolso, por exemplo, opte por utilizar palavras-chave no campo de busca como “aparelho dentário preço”, para conseguir os melhores resultados de acordo com a pesquisa em questão. 

  

Existem alguns cuidados antes mesmo de se iniciar um tratamento ortodôntico. Estes, se aplicam tanto para aqueles que optam pelo aparelho convencional, quanto o aparelho porcelana, também conhecido como aparelho fixo transparente

 

É essencial que o paciente esteja com a saúde bucal em dia, sem inflamação na gengiva, livre de placas bacterianas na superfície dos dentes e sem a presença de cáries. 

 

A colaboração do paciente é fundamental para o sucesso desse tipo de tratamento ortodôntico mesmo que ele seja conduzido pelo próprio ortodontista. Consultas frequentes, por exemplo, contribuem para a agilidade no tratamento, uma vez que os ajustes do aparelho devem ser mensais e contínuos. 

 

Os cuidados com a alimentação também são de suma importância. Deve-se evitar consumir alimentos crocantes e duros como balas e rapaduras, pois a quebra do aparelho pode aumentar o tempo de tratamento. Frutas e legumes mais consistentes devem ser cortados antes da ingestão para evitar o deslocamento ou fratura de acessórios do aparelho. 

 

É fundamental que a higiene bucal do paciente esteja sempre em dia. A escova ortodôntica e interdentais devem ser utilizados diariamente para se evitar o acúmulo de placa e consequentemente, o surgimento de cáries e inflamações nas gengivas. 

 

A utilização do fio-dental também é essencial. Esta, ajuda na manutenção da higiene das superfícies entre os dentes.

 

Clareamento dentário

 

O clareamento dental é um procedimento muito procurado dentro de consultórios odontológicos, principalmente no final do tratamento ortodôntico quando os dentes estão com alguns desgastes no esmalte causados pelo tratamento.

 

A técnica utiliza agentes clareadores para recuperar a cor original dos dentes. É possível fazer esse tratamento com clareador dental carvão, um método que geralmente traz muitos resultados satisfatórios.

 

A durabilidade dos clareamentos dentários varia muito de pessoa para pessoa. Para se obter um resultado positivo e com uma longevidade maior, é imprescindível que o paciente tome determinados cuidados, principalmente com a alimentação, durante e depois do tratamento. 

 

Os pacientes fumantes e aqueles que consomem alguns alimentos e bebidas não recomendados pelo profissional, tendem a não obter o resultado desejado. Além disso, a durabilidade do clareamento cai para 1 ano. Já aqueles que não consomem esses itens com a mesma frequência, a duração tende a variar entre 2 a 3 anos. 

 

Quem faz o procedimento pode escovar os dentes normalmente, mas deve-se ter algumas cautelas. Por exemplo, a pasta não pode conter corantes, pois assim, os dentes estão mais sujeitos a manchas durante o tratamento. O uso de enxaguante bucal colorido também deve ser evitado. É interessante ver com o dentista qual o melhor produto para usar durante e após o procedimento. 

 

Independente do tipo de tratamento que você deseja fazer, tenha sempre em mente que consultas periódicas ao consultório, junto com os cuidados do paciente, são fatores fundamentais para se conquistar dentes alinhados e saudáveis! 

 

Este conteúdo foi produzido por Victoria Mechenas, redatora na empresa Clínica Ideal

5 dicas de como deixar o seu sorriso mais bonito

Um sorriso bonito com dentes brancos, alinhados e saudáveis é o grande desejo de muita gente! Saiba que é possível conquistá-lo seguindo passos simples. 

 

Existe um clichê famoso que diz que o sorriso é o cartão de visita das pessoas e apesar de ser uma frase antiga e até desgastada, está completamente certa.

 

Pense bem, pessoas com um sorriso bonito tendem a ser mais simpáticas e felizes, já que têm mais motivos para sorrir.

 

Porém com a correria da rotina e todos os seus compromissos acaba sendo muito difícil manter uma alimentação correta alinhada a uma higiene bucal impecável, o que reflete na saúde e estética do sorriso.

 

Mesmo diante desse cenário, saiba que é possível desenvolver uma higiene bucal eficiente e garantir os dentes brancos com medidas preventivas simples e aplicáveis no dia a dia.

 

Quer saber como? Continue lendo este conteúdo e descubra agora quais são as melhores dicas para conquistar um sorriso bonito e saudável!

1 – Escolha com cuidado os produtos de higiene

 

Escovar os dentes é o básico da higiene bucal e todo mundo deveria fazê-lo, mas mesmo assim algumas pessoas cometem erros. Para isso não ocorrer, escolha escovas com cerdas pequenas e macias para que seja possível realizar uma limpeza completa.

 

Outro produto importante é o creme dental escolhido! Evite os ricos em abrasivos, pois eles desgastam o esmalte do dente e trazem uma série de complicações, sensibilidade é a mais famosa e comum.

 

Outro produto bastante consumido pelas pessoas é o enxaguante bucal. Ele tem muita eficiência, porém não é recomendado usá-lo desenfreadamente.

 

Caso tenha alguma dúvida em relação a higiene básica, procure sempre o dentista do seu convênio odontológico individual para ter apoio profissional e personalizado.

 

2 – Alimente-se bem

 

Segundo especialistas de diversas áreas da saúde,os alimentos são um dos principais causadores de cáries e demais complicações interligadas à saúde bucal.

 

Os alimentos que contém açúcar são grandes acumuladores das bactérias facilitadoras para surgimento de cáries e feridas como aftas, e por esse motivo devem ser consumidos com moderação.

 

Por isso, dentistas costumam recomendar que os seguintes alimentos sejam consumidos com certo controle:

 

  • Café;
  • Chá;
  • Alimentos com farinha branca;
  • Alimentos em conserva;
  • Refrigerante;
  • Álcool;
  • Alimentos ácidos;
  • Alimentos com corante.

 

3 – Tenha convênio odontológico

 

Contar com um plano de saúde dentário de cobertura ampla é essencial para garantir sua saúde bucal em dia e ter os tão desejados dentes brancos.

 

Ir até o dentista com regularidade é importante não só para fazer correções, mas também para prevenir futuras complicações que podem acometer a boca todo o corpo, já que a saúde bucal exerce influência sobre outras áreas como intestino, pele e cérebro.

 

O maior benefício que um plano odontológico te oferece é a possibilidade de se consultar com frequência e ser recebido por profissionais capacitados em momentos de emergência por um preço acessível.

4 – Use fio dental 

 

O fio dental deve ser usado cotidianamente antes da escovação e tem a importância de remover os restos de alimentos que ficam presos entre os dentes em partes onde a escova não costuma alcançar.

 

Sendo assim, para que seu uso seja eficiente e dentro do apropriado, aplique o fio dental levemente entre os dentes para não agredir suas gengivas.

 

Observação: se suas gengivas ficarem inchadas ou sangrarem recorrentemente mesmo com o uso apropriado do fio dental, dirija-se ao seu dentista para ter o diagnóstico e tratamento adequados.

 

5 – Não realize procedimentos caseiros

 

É muito comum de se ver na internet dicas com remédios caseiros para deixar os dentes claros, como: violeta genciana, água oxigenada, bicarbonato de sódio, dentre outros. Porém, nunca, em hipótese alguma realize esses procedimentos!

 

Nenhum especialista recomenda o uso das substâncias citadas acima, pois além delas não surtirem o efeito clareador, ainda são agressivas aos dentes e às gengivas.

 

Portanto, só realize procedimentos para clarear os dentes se o seu dentista autorizar e lhe passar as diretrizes corretas.

 

O apoio do dentista é indispensável e nada o substitui.

 

Dica bônus: em vez de realizar procedimentos caseiros, opte pela escolha de produtos naturais como o XTRADENT, que não compromete sua saúde bucal e ainda traz o efeito desejado de clareamento.

 

O XTRADENT é composto por carvão ativado, argila branca e óleo essencial de laranja e tem um efeito positivo na parte estética, clareando os dentes de forma rápida.

Conclusão

 

Neste conteúdo você conferiu um pouco mais sobre a importância da saúde bucal e como deixar o seu sorriso mais bonito e saudável com dicas totalmente práticas e aplicáveis.

 

As 5 dicas são: escolher os produtos de higiene bucal com atenção, alimentar-se de maneira saudável, contar com um bom plano de saúde odontológico, utilizar fio dental e evitar procedimentos caseiros, optando pelo XTRADENT em vez de substâncias prejudiciais à saúde.

 

Seus dentes são de fato o cartão de visita e sua saúde o bem mais valioso que se pode ter, então sempre priorize-a.

 

Por fim, não deixe de se consultar com um dentista regularmente, ele é quem vai te guiar até o sorriso desejado.

 

Este conteúdo foi produzido por Ideal Odonto

7 Tipos de alimentos que amarelam os dentes [ O ÚLTIMO VAI LHE SUPREENDER ]

Ter dentes brancos e bonitos não se trata apenas de uma questão estética, mas isso também acaba refletindo na autoestima. Quem tem os dentes amarelados, por exemplo, sente-se bastante desconfortável, tendo vergonha de sorrir. É por isso que hoje aqui nós mostraremos alguns dos principais alimentos que amarelam os dentes e o que causa isso, também falaremos se receitas para clarear os dentes funcionam, abordaremos sobre o uso de produtos para clareamento dental, onde falaremos sobre o carvão para clarear os dentes, entre outros.

O que deixa os dentes amarelados

Há duas causas gerais para os dentes amarelados: a primeira delas é a deterioração do esmalte (algo menos comum) e a segunda são as manchas deixadas por alguns alimentos que amarelam dos dentes, sobre os quais falaremos aqui.

Essa última é a mais comum das causas de dentes amarelados, pois alguns alimentos possuem um teor de pigmentação elevado. E eles acabam manchando a superfície dos dentes. Há até mesmo casos em que o clareamento é mais trabalhoso.

7 principais alimentos que deixam os dentes amarelados

Conheça a seguir alguns alimentos que deixam os seus dentes amarelos.

1 – Molho de tomate

Aquele molho de tomate que muitos gostam de consumir junto com massas é um dos principais alimentos que amarelam dos dentes. E isso ocorre porque esse molho possui elevadas quantidades de ácido que além de manchas ainda pode corroer o esmalte dos dentes.

2 – Mirtilo

O mirtilo é conhecido devido ao seu poder antioxidante, trazendo muitos benefícios para a saúde. No entanto ele também pode deixar os dentes amarelos. E as manchas causadas por ele pode dar certo trabalho para serem eliminadas.

Então, é por isso que é sempre importante lavar a boca depois de consumir essa fruta.

3 – Beterraba

A beterraba é conhecida por deixar a língua manchada, então, nos dentes o feito é o mesmo. Essas manchas podem ser ainda piores ao consumir o suco dela.

Mas não esse alimento não pode ser excluído do cardápio, pois traz muitos benefícios à saúde. Então, do mesmo modo que o mirtilo, faça bochechos com água após consumi-la.

4 – Curry

O curry traz muitos benefícios para a saúde, entretanto, esse benefícios vem com um preço. Ele possui um elevado pigmento que deixa os dentes amarelos.

A solução para amenizar tais efeitos seria escovar os dentes sempre depois de fazer uso desse condimento.

5 – Vinho tinto ou suco de uva

O vinho ou suco de uva já é um velho conhecido quando o assunto é alimentos que amarelam dos dentes. Mas quem quiser desfrutar dos benefícios que o vinho traz para a saúde, tais como seus antioxidantes e resveratrol, bom para a saúde do coração, daremos uma dica ao final do artigo. Essa dica vale ainda para quem quer continuar comendo os alimentos que gosta e ter dentes brancos e bonitos.

6 – Molho de soja

Como o molho de soja é escuro, ele é mais uma das causas de dentes amarelados. O ideal é utilizar esse molho com moderação.

7 – Chá também pode deixar os dentes amarelos

Sim, o chá deixa os dentes amarelos. E, acredite se quiser, ele pode deixar os dentes amarelados mais do que o café, especialmente aqueles mais escuros.

O que acontece é que o chá possui uma substância chamada de “taninos” que são as responsáveis por deixar os dentes amarelos.

Mas como sabemos que os chás também são altamente benéficos, então eles não podem ser excluídos. O que você pode fazer, no entanto, é consumir chás mais claros ou misturá-los.

Como clarear dentes amarelados: principais hábitos

A melhor forma de evitar o amarelamento dos dentes é evitando consumir esses alimentos em excesso e ter uma rotina de cuidados bucais: escovar os dentes, usar enxaguante bucal e fio dental. Sem contar a importância de visitar regularmente um dentista.

Uma outra dica é sempre fazer bochechos com água após consumir esses alimentos que amarelam dos dentes. Isso ajuda a diminuir o efeito das substâncias causadoras do amarelamento dental.

Mas, se você já está com os dentes amarelados, o que fazer?

Bem, existem algumas receitas para clarear os dentes amarelados. No entanto, os resultados obtidos por meio delas são mínimos e muitas podem acabar ou manchando mais os dentes ou, pior, deteriorando o esmalte dele e causando um amarelamento permanente.

A exemplo disso temos o uso da receita para clarear os dentes usando limão, que pode enfraquecer os dentes.

Há ainda alguns produtos para clarear os dentes que, na realidade, o que fazem é “mascarar” o amarelado. Logo, a pessoa usa o produto agora, ele dá aquele efeito de clareamento, mas quando ela escova os dentes ou bebe algo, então o amarelado surge.

Mas, então, como fazer para clarear os dentes naturalmente e de forma segura? E há como fazer isso? A resposta é, felizmente, sim. Falaremos sobre isso a seguir.

Solução prática e segura: carvão para clarear os dentes

Um produto que muitos estão utilizando para clarear os dentes naturalmente e de forma segura é o conhecido como carvão ativado. Como já mencionado, esse é um produto que te ajuda a consumir os alimentos que gosta e, ainda assim, ter dentes brancos.

O carvão para clarear os dentes sim possui um efeito de clareamento real. Ele não é um produto de modinha ou cheio de promessas. O carvão é usado há séculos por índios, egípcios, etc, para diversas finalidades, inclusive em casos de envenenamento.

E um produto que faz uso desse componente para clareamento dental é o chamado XTRADENT.

Usando o XTRADENT com carvão ativado você não precisa ter nenhuma restrição alimentar. Fora que ele é um produto liberado pela ANVISA e você já nota os primeiros resultados em até duas semanas de uso, do contrário pode solicitar reembolso.

Esse produto clareia os dentes desde a raiz. Assim você tem um efeito gradativo e geral, tendo mais motivos para não esconder mais o sorriso.

Mas para adquirir esse produto é apenas no site oficial, eles não o distribuem para venda em outros locais. Isso ajuda a evitar falsificações. E adquirindo no site oficial você ainda tem acesso a uma garantia de 30 dias, onde o pagamento é devolvido se o cliente não tiver resultados dentro desse prazo.

É possível obter mais informações sobre o produto e também tirar suas dúvidas sobre o carvão para clarear os dentes acessado o site oficial aqui.

A grande farsa da caneta branqueadora de dentes

Em busca de um sorriso mais branco, as pessoas se aventuram nos mais variados métodos. Entre eles está o uso da caneta branqueadora de dentes. Mas será que esse produto funciona mesmo? Não gera danos a saúde bucal?

Depois da onda de sorriso branco dos famosos, cada vez mais pessoas buscam formas de conseguir o mesmo, só que em casa e, obviamente, por um preço mais acessível.

O problema é que essas canetas branqueadoras prometem o que não podem cumprir e elas podem até mesmo gerar danos ao esmalte do dente, como relatam alguns especialistas.

O que é a caneta branqueadora de dentes? Como esse produto funciona?

O sorriso é como um cartão de visitas. E, para algumas pessoas, ter dentes brancos não é apenas algo estético ou questão de ser ver bem no espelho e melhorar sua autoestima, mas é também uma forma de higiene.

Nisso, para ter um sorriso mais harmonioso, surgiu no mercado a solução rápida para quem queria ter dentes brancos: as canetas branqueadoras.

Há diversos lugares onde é possível comprar a caneta branqueadora de dentes. A comercialização desse “produto milagroso” tem se difundido bastante, sendo algo cada vez mais acessível.

Essa caneta tornou-se popular porque permite que qualquer pessoa consiga deixar o sorriso branco em casa e por um baixo custo.

Logo, pessoas que sonhavam em ter dentes brancos mas não dispunham de elevados valores para fazerem tratamentos mais estéticos viram nela a oportunidade de realizar o sonho de ter o sorriso mais branco.

Mas como nem tudo são flores, a solução é temporária e ela não deixa realmente os dentes brancos. É uma promessa que tem escondido a verdade de muitas pessoas.

Qual o problema da caneta branqueadora? Ela funciona ou não?

Esse produto, como mencionado antes, trata-se de uma solução temporária. Ao contrário do que algumas pessoas possam pensar, ele não clareia mesmo os dentes.

Assim como uma caneta comum, o que a caneta branqueadora faz é “pintar” os dentes, escondendo o amarelamento.

O produto pode ser visto como uma maquiagem dental. No entanto uma maquiagem nada bonita, pois o uso do produto é bastante perceptível.

Especialistas não recomendam o uso desse produto porque, além de não ser uma solução eficiente, ele pode afetar o esmalte dos dentes. Um problema bastante comum relatado por quem já fez uso dessas canetas.

A caneta branqueadora deixa os dentes com uma textura áspera. E isso é resultado do dano que ele causa no esmalte dentário. A longo prazo isso pode ser um grande problema, podendo causar sensibilidade (pois torna o esmalte mais fino), entre outros.

Sem contar que essas canetas prometem um resultado imediato mas a “maquiagem dental” sai depois de algumas horas com a saliva. Ou seja, não é algo a prova de água.

E com esse problema, os casos de “acidentes” com o produto também não são nada agradáveis. Alguém que usa esse produto para um compromisso importante não poderia ficar mais do que 1 hora no local, pois seria como a história da Cinderela.

Produtos proibidos pela ANVISA

Alguns produtos para clareamento dental caseiro foram proibidos pela ANVISA, pois, de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, eles tem causado inflamação das camadas internas dos dentes e gerado dor e outros problemas.

Outros produtos foram proibidos de serem vendidos sem a prescrição do dentista.

Também, ainda que esses produtos pareçam ser inofensivos, pois serão usados apenas nos dentes, muitos problemas de saúde começam na boca.

Por isso que os especialistas alertam para tomar muito cuidado, especialmente no caso de canetas branqueadores, onde a sua tinta sai com a saliva e pode ser ingerida. Ainda não se sabe o que o conteúdo delas pode causar ao estômago.

Mas então o que fazer? Existe alguma solução que funcione?

Comprar a caneta branqueadora de dentes não é a opção recomendada (e nem a mais segura). Mas há um produto que realmente pode fazer o clareamento dental e não “mascarar” os dentes amarelados: o carvão ativado.

O uso desse produto não é uma novidade. Antigamente o carvão era utilizado para fins terapêuticos pelos egípcios, índios, etc. Ainda, o carvão tem sido utilizado em casos de envenenamento de intoxicações, pois ele consegue absorver essas substâncias.

Ele oferece um clareamento gradual, sendo que em até 2 semanas os resultados já aparecem efetivamente. Como é possível ver nas fotos a seguir:

 

Resultados do carvão ativado nos dentes
Resultado do carvão ativado nos dentes

 

Ou seja, esse produto não é uma solução instantânea, mas também não é uma farsa, uma maquiagem. E nem é algo que poderá causar danos a saúde.

E um produto que faz uso dessa substância é o XtraDent. Foram 4 anos de estudos e testes para chegar ao produto disponível: algo que fosse realmente eficaz para o clareamento dental seguro.

Como o produto funciona

Há três substâncias presentes nesse produto: carvão ativado, argila branca e óleo essencial de laranja, logo ele é 100% natural e não apresenta efeitos colaterais.

Como o produto funciona
Como o produto funciona

Bastará usá-lo como um creme dental: umedecer a escova de dentes e depois aplicar o produto sobre ela. Escovar normalmente. Depois disso bastará escovar com um creme dental para finalizar.

Uma das grandes vantagens é que, ao contrário das canetas branqueadoras, esse produto a base de carvão ativado não enfraquece os dentes e nem os deixa sensíveis.

O XtraDent traz apenas benefícios, sendo que outro deles é o fato dele ajudar a reduzir a incidência de placa bacteriana e melhora a saúde da gengiva. Ou seja, é algo que a longo prazo trará apenas benefícios para a saúde bucal.

Ele remove o amarelamento causado por café, cigarro, vinho e o amarelamento natural. E não é necessário parar de consumir nada ou mudar algo na rotina para ter os resultados com o clareador dental.

Onde obter mais informações

Apesar de todos esses benefícios, o produto não se encontra disponível em qualquer lugar. O único local onde ele é vendido é no site oficial do fabricante.

Para conhecer mais sobre o Xtradent basta acessar o site oficial aqui. Lá também é possível conhecer mais sobre as propriedades do carvão ativado e os outros dois componentes que se aliam a ele para clarear gradualmente os dentes.